Essa é a história de Barnie, um adulto que gosta de brincar com seu reflexo de criança. Tipo você, que passa diante de vitrines espelhadas e quando percebe que a imagem tá distorcida vira maluco brincando com o próprio reflexo. QUEM NUNCA?

 

 

Criado por Bosmat Agayoff & Alon Ziv’s (estudantes de graduação da Bezalel Academy of Art and Design, lá de Jerusalém), Reflections é um curta de design rebuscado e conceitos muito bem trabalhados. Traz à memória aquela frase do Bernard Shaw: “Nós não paramos de brincar porque crescemos. Nós crescemos porque paramos de brincar”.

O personagem está relutante em crescer (principalmente porque é coisalindadedeos poder brincar e ser eternamente jovem), até que um bando de gente cansad… cof, cof… adulta força o bicho a se enquadrar na tal da vida madura. Hunf. Acho que todo mundo que nasceu pra ser pra sempre chóven, como eu, sofre na hora dessa passagem da infância pra idade adulta. A medida que Barnie deixa de ser criança para virar HOMI, a atmosfera do curta muda e logo o brilho da trilha alegre e saltitante da primeira parte é substituída por uma melodia morna, cores amenas e muita chuva. Uma tristeza só.

 

Screen Shot 2013-10-31 at 2.44.43 PM

 

A estética é um mistureba de estilo de animação tradicional feita a mão, com computador fingindo ser mão. É, it happens. A LOT. Pra um filme de estudante, tá muito além das expectativas (nem ousem buscar por minhas produções de graduação e especialização no Youtube, plmmdds). Criaram usando TV Paint (que acabei de descobrir pra que serve), Photoshop e After Effects CS6. Lembrou o staile lindo de Paperman, né? A-do-rei. E vocês? Pensando em brincar e permanecer na juventude pro resto da vida? Ó, eu também! Tamo junto nessa, galera.

 

ANUNCIE AQUI

Quer usar esse nosso espaço? Entre em contato conosco. Clique aqui!