BI-21

A morte de um ente querido muitas vezes pode ser um processo bem doloroso. Não é todo mundo que consegue enxergar o fim da vida com naturalidade, e o luto pode durar meses ou até mesmo anos. Candy Chang foi uma dessas pessoas. A arquiteta sofreu durante um longo período e chegou a entrar em depressão após perder uma pessoa querida.

 

Com o tempo, porém, Chang percebeu que mais importante do que lamentar a perda, era recordar-se dos bons momentos vividos juntos. Foi pensando nisso e nas pessoas com quem convivia que ela criou o projeto Before I Die. O projeto seria uma forma não só de lembrá-la todos os dias a ter gratidão pela vida, mas também de saber o que era importante para as pessoas que viviam à sua volta.

 

Before I Die (1)

 

Com a ajuda de amigos, Chang pegou uma lata de tinta de quadro negro, giz, criou um stêncil e pintou a parede de uma casa abandonada em seu bairro em New Orleans. O stêncil dizia “Antes de morrer eu quero ________.” e a arquiteta deixou giz para que as pessoas pudessem completar a frase. O que era para ser apenas um experimento ganhou uma repercussão enorme e, na manhã seguinte, a parede já estava toda preenchida. Hoje, já foram criadas mais de 350 paredes Before I Die em mais de 25 línguas e 60 países, incluindo o Japão, Cazaquistão, Portugal, África do Sul e Iraque.

 

BI (1)

BI (3)

BI (4)

BI (5)

BI (6)

BI (7)

BI (8)

BI (9)

BI (10)

BI (11)

BI (12)

BI (13)

BI (14)

BI (15)

BI (16)

BI (17)

 

A revista The Atlantic considerou o Before I Die “um dos projetos comunitários mais criativos já criado” e Chang, inclusive, criou um kit de ferramentas no site oficial para ajudar outras pessoas a desenvolverem a parede em sua comunidade. Para ela, cada parede é única e reflete a cultura do povo daquela região.

 

BI (18)

BI (19)

BI (20)

 

BI (22)

BI (23)

 

Ontem, foi o lançamento do livro que compilou imagens do projeto no mundo inteiro. Agora é torcer para fazerem uma versão em português. E você, gostou do Before I Die? Veja outros projetos de Candy aqui.

Autor Ana Paula

Publicitária formada, aspirante a artista plástica, gnomo de jardim e pintora de rodapé nas horas vagas.

Mais por Ana Paula

Deixe uma resposta

ANUNCIE AQUI

Quer usar esse nosso espaço? Entre em contato conosco. Clique aqui!