Mica Angela Hendricks era uma ilustradora e designer muito apegada aos seus cadernos de desenho até o dia em que foi “pressionada” a emprestar um deles a sua filha de 4 anos.

 

 

 

Desde pequena a designer Mica era conhecida como a “menina que desenhava”. Como a própria artista comenta, ela desenvolveu muito cedo uma espécie de “apêndice darwiniano” por estar sempre colada ao seu sketchbook. O que gerou na designer um apego enorme por seu trabalho e material artístico. Hendricks até fala em seu blog sobre sua tendência a ser egoísta em relação ao seu material, “(…) quando o assunto são meus projetos artísticos, eu não gosto de dividir”. Mas Mica viu tudo isso mudar quando Myla, sua filha, pediu para desenhar em um dos seus sketchbooks novinho em folha.

 

MC (15)

 

 

A artista se lembra do dia em que a pequena Myla de 4 anos estava distraída com suas próprias ilustrações, quando ela decidiu se arriscar a continuar um projeto no seu mais novo caderno de desenho. Não demorou muito para a criança perceber que a mãe estava com um caderno novo e logo foi pedindo para desenhar. Como Mica mesmo cita no The Busy Mockingbird, “a menina sabe reconhecer material artístico de qualidade”. Após relutar contra a insistência da filha, a artista cedeu e entregou o sketchbook. O resultado? Mil vezes melhor do que a mãe esperava. Myla havia completado uma das ilustrações de rosto da mãe com um corpo de dinossauro e Mica simplesmente se apaixonou pelo início dessa parceria.

 

MC (9)

 

A artista não foi a única a gostar do resultado, Myla havia adorado completar o desenho da mãe e logo começou a pedir para Mica desenhar rostos todos os dias. A designer, inclusive, começou a dar ideias de corpos para os desenhos. Essa linda parceria entre mãe e filha resultou no blog The Busy Mockingbird e a artista agora está disponibilizando algumas das ilustrações no site Society6 para quem quiser comprar.

 

MC (13)

 

MC (12)

 

MC (10)

 

MC (8)

 

MC (7)

 

É de tocar o coração, não é mesmo? E a mensagem que o Dilata adorou e fica para vocês é da própria artista:

 

Depois de tudo, aqui vão algumas lições que aprendi: tente não ser tão rígido. Sim, algumas coisas (como meu novo sketchbook) são sagradas, mas se você se soltar dessas correntes, coisas novas e maravilhosas podem acontecer. Estas coisas que lhe são tão queridas não conseguem mudar nem crescer a não ser que você se solte um pouquinho. Ao compartilhar os meus desenhos e deixar minha filha colaborar igualmente nos nossos projetos, eu a ajudei a solidificar sua confiança, o que é muito maior que qualquer rascunho que eu já tenha feito. Em sua mente, suas contribuições foram tão válidas quanto as minhas (e para ser sincera, foram mesmo). O mais importante, eu aprendi que se você tiver uma noção preconceituosa do que está por vir, VOCÊ SEMPRE IRÁ SE DECEPCIONAR. Em vez disso, se solte, apenas ACEITE, porque muitas vezes coisas maravilhosas acontecerão.

Mica Angela Hendricks

 

MC (5)

 

MC (4)

 

MC (3)

 

MC (2)

 

MC (1)

 

Confira o site da artista aqui e leia a história deste projeto na íntegra aqui.

 

[Via Twenty Two Words]

Autor Ana Paula

Publicitária formada, aspirante a artista plástica, gnomo de jardim e pintora de rodapé nas horas vagas.

Mais por Ana Paula

Deixe uma resposta

ANUNCIE AQUI

Quer usar esse nosso espaço? Entre em contato conosco. Clique aqui!