Achei! Achei algo que super legal nesses tempos de Facebook sem graaaça. Chegou até mim essa animação maravilhosa do Pernalonga e sua turma. Aliás, esse coelhão querido anda sumido das nossas vidas, né? Alguém sabe por onde ele anda? Se ainda estão produzindo novas animações? Ou será que eu que não acordo mais cedo no sábado de manhã pra vê-lo na TV Globinho? De qualquer forma, assistam essa obra-de-arte (trocadilho proposital e brega):

Fala se não é o máximo! Eu sou suspeita pra falar, porque amo arte. Fico igual a eles em viagem correndo de um museu pro outro pra tentar aproveitar tudo que esses artistas lindos já pintaram, esculpiram e fizeram pra encantar nossas vidas. Bem verdade que, na correria,nós acabamos não apreciando tudo da forma que deveríamos, mas minha ganância sempre vence e quero ver tudo.

Tentei fazer um apanhado geral das obras-de-arte em que eles entram, mas só enumerando os artistas, porque descobrir o nome das peças é desafio hardcore demais. Vamos lá!

  • O primeiro quadro é “A Persistência da Memória” do Dali e os bichinhos derretendo de calor é o máximo;
  • O segundo é “O Grito” do Edvard Munch. O interessante desse quadro é que, na verdade, ele é uma trilogia, com um bem parecido com o outro. Tive o privilégio de ver um deles na Noruega e ó: o quadro é icônico mesmo, repetido diversas vezes, até naquela cena do “Esqueceram de Mim” em que o Kevin está “fazendo a barba”;

kevin

  • O próximo é de Toulouse-Lautrec, em que ele retrata “La Goulue”, uma mulher de verdade que dançava no Moulin Rouge por volta de 1890. Amo muito o Pernalonga vestido de dançarina com cílios postiços;
  • Por último, temos o “Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte” de Georges Seurat feito na técnica de Pontilhismo, em que o pintor faz o quadro todo com zilhões de pontinhos (e você aí achando que seu trabalho é difícil). Destaque pro Pernalonga lindo de bebezinho fofíssimo no carrinho com os olhões de Gato de Botas. Notem ainda que quando o Hortelino atira, os pontinhos se espalham na tela e o Patolino faz um Liga-Pontos, outra menção à técnica. Esse quadro aparece no filme “Curtindo a Vida Adoidado” com o Cameron – amigo de Ferris Bueller – apreciando o trabalho.

Seurat_Ferris_Bueller_day_off

Pernalonga e sua turma, além de super divertidos, são um banho de cultura e estimulam a molecada a conhecer mais sobre arte, além de criar um SO-NHO de haver um museu com todas as grandes obras-de-arte do U-NI-VER-SO! #quero

Autor Alice Abbud

Mais por Alice Abbud

Join the discussion Um comentário

  • Livia disse:

    Eu não sabia dessas referências aos filmes! Muito bom! E a animação tá linda, né? Ótimo que eles mudaram o estilo do traço do personagem de acordo com o quadro que eles entram. Maravilhoso!

Deixe uma resposta

ANUNCIE AQUI

Quer usar esse nosso espaço? Entre em contato conosco. Clique aqui!